Delegação de Oliveira de São Mateus

Últimas notícias Prevenir, Capacitando
Prevenir, Capacitando
Sexta, 08 Setembro 2017 14:15

psico2

 

A Cruz Vermelha Portuguesa através do gabinete Psicossocial da Sede Nacional organizou, entre os dias 1 e 3 de Setembro, a segunda edição da formação Intervenção Psicossocial em Crise, dinamizada pelo psicólogo Bruno Brito.

Por ter uma vertente prática acentuada, o local da formação foi o Centro Humanitário do Estuário do Tejo – pelas condições físipsico1cas que permitiram a prática de um-para-um, mas também um exercício final que envolveu de forma bastante ativa os 21 formandos.

A Rede de Estruturas Locais CVP ficou mais capacitada para intervenção psicossocial em situações de excepção, nomeadamente: os Centros Humanitários do Estuário do Tejo, do Oeste Norte, de Évora, do Baixo Mondego; e as Estruturas Locais de Porto/Matosinhos, Estremoz, Elvas, Marinhas, Frazão e a própria Sede Nacional.

Capacitar a comunidade e a Rede CVP, em momentos de normalidade, para melhor intervir em fases de emergência, torna-se um objetivo significativo a cumprir – tanto para melhor proteger quem está na primeira linha do suporte e intervenção comunitária, como para que a própria sociedade civil receba apoio especializado e diferenciado nos momentos de maior vulnerabilidade.

Na prática, qualquer pessoa sujeita a uma situação de vida grave, que traga consequências na sua normalidade e da qual lhe seja especialmente difícil recuperar por si, deve ter direito a ser apoiada de forma gratuita e especializada.

A intervenção psicossocial em crise deve de ser devidamente enquadrada em sistemas e planos de emergência, acidente grave e catástrofe. Não devem surgir iniciativas isoladas ou desassociadas de qualquer rede de apoio previamente instituídas e legitimada para esse efeito – daí a importância da CVP promover esta e outras formações no domínio da psicotraumatologia.

 

psico3 psico4


A terceira edição desta formação realizar-se-á em data a anunciar brevemente.